Perguntas Frequentes

Tendo em conta que os Cursos de Aprendizagem são financiados pelo IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional, os jovens com apenas passaporte, podem efetuar a sua matrícula, mas não beneficiam dos apoios sociais mensais.

Sim, é possível trabalhar a part-time e frequentar os Cursos de Aprendizagem, no entanto, o horário não pode ser coincidente com o horário de formação e na altura da FPCT – Formação Prática em Contexto de Trabalho, o formando tem que garantir que tem condições para a realizar.

Os formandos que frequentam os Cursos de Aprendizagem têm 22 dias de férias. Preferencialmente estes dias são gozados durante o mês de agosto.

O regresso de um formando aos Cursos de Aprendizagem depende do motivo da anulação. Se for um motivo atendível, pode regressar. Caso contrário, o formando terá que esperar 12 meses até poder frequentar um novo curso. A resposta para o reingresso depende sempre da autorização do IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional. O reingresso está sempre dependente da existência de cursos da mesma área e ou/ ações a decorrer no período da anulação do formando.

Tem dois cursos de Aprendizagem:

  • Técnico de Multimédia
  • Técnico de Vídeo

E também o curso de:

  • Formação Pedagógica Incial de Formadores

As novas ações iniciam nos meses de outubro e novembro.

No decorrer do mês de setembro, o formando será contactado para confirmar a sua inscrição.
Pode sempre usar os contatos habituais para falar conosco.

Todos os jovens com o 9 ano concluído e sem o 12º completo, com idade até aos 24 anos.

As datas para efetuar a matrícula são a partir do mês de abril de cada ano e até terminarem as vagas.

A matrícula é feita presencialmente nas nossas instalações, mediante apresentação dos documentos necessários.

Os documentos para efetivar a matrícula nos Cursos de Aprendizagem são:

  • Cartão de Cidadão ou Cartão/Título de Residência, se menor, também o do Encarregado de Educação;
  • Certificado de habilitações do 9º ano;
  • Boletim de Vacinas;
  • NIB/IBAN do banco;
  • Comprovativo de morada;
  • Fotografia;
  • Currículo Vitae;
  • Abono de família (se receber).

Não paga nada para se inscrever, pelo contrário, com a frequência nestes cursos, os formandos têm direito aos seguintes apoios/subsídios:

Bolsa de Profissionalização: 44,32€/mês;
Subsidio de Alimentação: 4,77€/dia;
Subsidio de transporte – Valor do passe mensal;
Bolsa de Acolhimento- 221,60€ (pagamento de creches ou infantários para os filhos);
Subsídio de material- Escalão A/1 -163€ ou Escalão B/2- 81,50€.

Não.

Os formandos sem o 9º ano completo, deverão procurar outras ofertas formativas.

As ações iniciam entre os meses de outubro e novembro de cada ano.

Sim, os formandos têm 3 períodos de FPCT – Formação Prática em Contexto de Trabalho, no final de cada ano.

A conclusão de um Curso de Aprendizagem permite o acesso ao Ensino Superior, pois o formando termina com o nível 4 do QNQ.

O horário de formação é compreendido entre as 8h e as 20h. Normalmente as turmas são divididas em 2 turnos: manhã das 8h às 14h, ou tarde das 14h às 20h.